FragUrb

Fragmentação socioespacial e urbanização brasileira: escalas, vetores, ritmos, formas e conteúdos

Projeto Temático FAPESP

Resumo

A diferenciação socioespacial em cidades brasileiras vem se aprofundando e aponta para a constituição do processo de fragmentação socioespacial. A origem dele está vinculada à predominância de lógicas e subjetivações neoliberais que se antepõem à ideia de direito à cidade.
Esse projeto visa compreender, no plano da cidade e do urbano, como a lógica socioespacial fragmentária altera o conteúdo da diferenciação e das desigualdades, redefinindo os sentidos do direito à cidade. Este objetivo central desdobra-se em quatro planos analíticos: i) passagem da
lógica socioespacial centro-periférica para a lógica socioespacial fragmentária; ii) interpretação da fragmentação socioespacial por meio das formas contemporâneas de diferenciação e desigualdade, a partir das práticas associadas ao cotidiano urbano; iii) desdobramentos da
lógica socioespacial fragmentária sobre o par espaço público/espaço privado; iv) papel das instituições políticas, dos agentes econômicos hegemônicos e dos sujeitos sociais não hegemônicos. Para conduzir a pesquisa foram eleitas cinco dimensões empíricas a partir das quais
o processo de fragmentação socioespacial será analisado: habitar, trabalhar, consumir, lazer e mobilidade. Serão estudadas cidades de diferentes formações socioespaciais: Chapecó/SC, Dourados/MS, Ituiutaba/MG, Marabá/PA, Maringá/PR, Mossoró/RN, Presidente Prudente/SP, Ribeirão Preto/SP e São Paulo/SP, além de cidades pequenas vinculadas a estas e que serão identificadas no decorrer da pesquisa.

Coordenação

Maria Encarnação Beltrão Sposito

Equipe

Eda Maria Góes
Eliseu Savério Sposito
Everaldo Santos Melazzo
Maria Encarnação Beltrão Sposito
Antonio Henrique Bernardes
Arthur Magon Whitacker
Catherine Chatel
Claudio Smalley Pereira
Cleverson Alexsander Reolon
Igor Catalão
José Sobreiro Filho
Luciano Antonio Furini
Maria Angélica de Oliveira Magrini
Márcio José Catelan
Nécio Turra Neto
Patrícia Maria de Jesus
Patrícia Milani
Sergio Moreno Redón
Vitor Koiti Miyazaki
Wagner Vinicius Amorim

Financiamento

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP (Projeto Temático)



Acesso para pesquisadores (em breve)

Comments